Allianz Parque

Perguntas Frequentes

Terá 43 mil lugares cobertos e camarotes para mais de 3 mil pessoas. Contará também com restaurante panorâmico, lanchonetes, lojas, centro de convenções e estacionamento para até 2.000 carros.

Sentados, devidamente acomodados, comporta até 43 mil espectadores em local coberto. Para grandes shows, até 55 mil pessoas e até 12 mil pessoas no Anfiteatro.

No segundo semestre de 2014. O acordo entre a Sociedade Esportiva Palmeiras e a WTORRE é de 30 anos, a partir do início das obras, que ocorreu em outubro de 2010.

Não. Ele também abrigará atividades diversas, de concertos e grandes shows a eventos corporativos, por exemplo.

O Allianz Parque foi concebida para oferecer uma infraestrutura facilmente adaptável para atender variadas dimensões de público e diferentes perfis de eventos. Poderemos utilizá-la como anfiteatro, estádio e espaço para grandes shows.

Não existe hoje uma arena multiuso semelhante no Brasil. Fora do país, a Amsterdam Arena possui algumas semelhanças com a nossa. O Allianz Parque, sem dúvida, será um dos mais modernos espaços multiuso do País. O projeto atende às rigorosas exigências da Fifa, que o credencia para os torneios esportivos mais relevantes.

Haverá um museu temático, para registrar os momentos e as personagens mais importantes do clube. O memorial, que contará com a Sala de Troféus, estará aberto à visitação pública.

Até 12.000 pessoas.

Um restaurante panorâmico, além de mais de 30 concessões como fast food, sorveteria, bares e lanchonetes.

Sim. Serão pelo menos 11 meios de locomoção rápida e de fácil acesso, entre elevadores e escadas rolantes.

Sim. Antes havia apenas um junto ao estádio. No projeto estão previstos 10 elevadores em diversos locais.

Antes alocados sob o gramado e arquibancada, ganharão dois pisos junto às piscinas cobertas, com elevador exclusivo.

Sim. O projeto prevê espaço para até 1.000 profissionais da imprensa.

O projeto do Allianz Parque prevê a construção de um prédio-garagem com acesso pela Rua Padre Antonio Tomás.

Sim. Ele está localizado à 800 m da estação Palmeiras Barra Funda, linha Vermelha do Metrô - também estará próxima à futura Linha Laranja, estação Turiassu - e a 200 m da estação CPTM de trem. Há mais de 50 linhas diferentes de ônibus para a região. Para quem quer ir de carro, acesso fácil a marginais Pinheiros e Tietê, além de acesso por três rodovias próximas (Regis Bittencourt, Bandeirantes e Anhanguera).

São 13 km de Congonhas e 30 km de Cumbica. Há nove hotéis 5 estrelas situados em um raio de 6 km.

Sim. O público poderá frequentar lojas, restaurante, centro de convenções, lanchonetes e museu, mesmo em dias sem jogos e eventos.

As atrações do Allianz Parque estarão abertas ao público em geral. O acesso às instalações do clube, entretanto, permanece restrito aos associados da Sociedade Esportiva Palmeiras.

Essa relação é de responsabilidade da Sociedade Esportiva Palmeiras. Mas, vale lembrar que proprietários de camarotes e cadeiras especiais terão preferência na compra de ingressos para os eventos.

Os preços estão sendo definidos e os interessados em adquirir camarotes e/ou cadeiras especiais serão informados oportunamente sobre os canais de venda.

O gramado permanecerá suspenso, porém será rebaixado alguns centímetros.

Os números variam de acordo com a demanda de execução, mas esta obra deverá exigir o trabalho simultâneo de até 1,2 mil pessoas.

Por questões de segurança, a circulação no canteiro de obras é restrita às pessoas que estão trabalhando no local.

Não. O Allianz Parque será construído na área já pertencente ao clube.

Sim. A obra conta com vigilância especializada dia e noite.

Os trabalhos ocorrem no horário permitido pela subprefeitura da Lapa, e os funcionários são divididos em turnos. Não há interrupções de trabalho no período do dia em que as atividades são permitidas.

Somente em situações extraordinárias, e a WTORRE compromete-se a realizar tais operações em horários de menor fluxo na região.

O projeto prevê acessibilidade, torneiras com temporizadores, remanejo de árvores do terreno e preservação de espécies, entre outras soluções. Um bom exemplo é o reaproveitamento de 20 mil m³ de concreto e 4 mil toneladas de aço, tanto para uso na execução de sub-base do calçamento interno quanto em novos projetos da WTORRE.

A construção é de inteira responsabilidade da WTORRE Engenharia.

O Grupo WTORRE é um dos maiores grupos empresariais do país, com atuação nos segmentos de engenharia e empreendimentos imobiliários. Em 30 anos de história, acumulou mais de 5 milhões de metros quadrados de áreas construídas e mais de 200 projetos.

O proprietário é o Palmeiras. Em 2008, Palmeiras e WTORRE fizeram um acordo por 30 anos, no qual a WTORRE banca a construção de novas instalações para o Clube e constrói uma arena padrão Fifa. Em contrapartida pelo investimento, a WTORRE detém o direito de uso de superfície do Allianz Parque. A AEG será a empresa responsável por gerir o complexo. A WTORRE repassará ao Palmeiras um percentual crescente das receitas com patrocínios, camarotes, shows, entre outros, desde o primeiro dia de funcionamento do complexo. Ao final desse período de 30 anos, o Palmeiras integraliza todo o empreendimento, encerrando-se o acordo com a WTORRE.

A receita virá da venda de ingressos de shows, espetáculos culturais e de eventos esportivos; do aluguel de lojas, restaurantes, lanchonetes e espaço publicitário; e dos naming rights (direito de dar nome ao empreendimento em troca de um patrocínio de médio a longo prazo). Vale dizer que a renda dos jogos do Palmeiras não gera receita para o empreendimento, sendo 100% do Clube.

Cadeiras

Faça seu pré-cadastro

Mande sua dúvida