Allianz Parque homenageia Ademir da Guia em evento-teste para 10 mil pessoas

Assessoria de Imprensa
30/10 de 2014 16h11

Na manhã deste sábado, o Allianz Parque recebeu 10 mil pessoas no primeiro evento-teste com um jogo de futebol em dimensões oficiais. A ocasião marcou a despedida dos gramados de Ademir da Guia, ídolo da torcida palmeirense e eterno camisa 10 alviverde, e contou com toda a estrutura oferecida pela arena, incluindo operações de segurança, sinalização, iluminação, som e transmissão ao vivo da partida.

Antes do início do jogo, Walter Torre e Paulo Remy, do Conselho de Administração da WTorre S.A. e Paulo Nobre, presidente do Palmeiras, fizeram as honras ao dono da festa. "Homenagear Ademir da Guia é a melhor forma de inaugurar uma das mais modernas arenas da América Latina", disse Walter Torre.

“Não foram raras as vezes em que nos deparamos com obstáculos que pareciam impossíveis de supercar – e, na verdade, muitos deles eram mesmo. Este foi um projeto complexo e com dificuldades técnicas que nossa equipe soube superar. A verdade é que “impossível” é uma palavra que banimos do nosso dicionário desde o nosso primeiro projeto. Entregar o Allianz Parque é um marco para todos nós. É a chancela do dever cumprido”, disse Paulo Remy.

O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, finalizou a cerimônia de abertura com o anúncio do Divino. "Não tive a sorte de ver o maior de todos os tempos jogar pelo Palmeiras, e acho que muitos de vocês também não. Mas, agora, com vocês, Ademir da Guia!", apresentou ele.

Quarenta e três atletas foram escalados nos dois times “Palmeiras branco” e “Palmeiras verde”. O Divino, aos 72 anos, teve a honra de assinalar o primeiro gol da nova casa, completando 154 tentos com a camisa palestrina. E foi outro ídolo do Verdão que sofreu o primeiro gol: Marcos. “Eu queria chutar uma bola na trave, para depois marcar o meu gol, foi proposital (risos). Tudo o que mais sonhei, nós conseguimos concretizar. E é muito fácil jogar aqui, o gramado é um tapete, a bola boa, a arena está linda. Foi uma festa sensacional”, declarou. O placar final da partida foi de 3 a 3.

Dois espaços na área de circulação do público apresentaram um “minimuseu” com objetos ligados à história do ídolo palmeirense, com fotos, troféus, medalhas, chuteiras e camisas. Totens interativos permitiram que a torcida levasse como lembrança uma foto digital personalizada com a marca visual do evento. Durante o intervalo da partida, realizada em dois tempos de 30 minutos, o comunicador Tatola animou o público com quizz exibidos pelos telões e distribuiu brindes para quem acertasse as perguntas.

Fique por dentro

Cadastrar